"Se avexe não... Amanhã pode acontecer tudo, inclusive nada"
A Natureza das Coisas
(Accioly Neto)
prosas e poesias

Mote:Uma franga de urubu leva cem anos pra por . Verso de Padim Ota
O poeta Octaclio Pereira de Carvalho (Trineto de Incia Pereira de Alencar e de Joo Pereira de Carvalho, ambos de Exu) quando prefeito de Exu, em 1947 patrocinou um encontro de violeiros na praa Padre Medeiros (por ele construda e nomeada).

Iniciado o conclave, enquanto os violeiros afinavam seus instrumentos, um deles abordou o prefeito e provocou: soubemos que o senhor tambm poeta e queremos ouvir sua prosa.
O poeta retrucou : - Camarada, poeta no nego que sou, mas no repentista.
O violeiro: - Pois escreva seu verso.
O prefeito, que no deixava ningum sem resposta, falou: - Diga o mote.
O grupo, que j tinha armado pra brincar com o prefeito, passou um motinho bem facinho: Uma franga de urubu leva cem anos pra por .

O poeta entendeu a brincadeira e segundo o prprio, pensou e sorriu intimamente : Esses cabas querem me pegar.
Pegou um pedao de papel, escreveu seu repente e falou: Balancem as violas, como prefeito dessa cidade dou por aberto o encontro de violeiros de Exu.
Sem pausa anunciou o mote que lhe deram e declamou seu verso:

"Causou-me admirao,
O que achei na historia,
E guardei bem de memria,
Essa sbia tradio,
Pois desde os tempos de Ado,
Todo mundo sabedor,
Que por temer o ardor,
Das pregas do sobrecu,
Uma franga de urubu,
Leva cem anos pra por."

Os violeiros ficaram preocupados com suas potencialidades, mas foram em alvoroo cumprimentar o prefeito, como num gesto de arrependimento pela provocao.

Primo Santanna, essa foi a estria que ouvi de meu irmo mais velho, Amaury ( falecido), h muitos anos atrs

Abrao,

Aristteles Sampaio Carvalho


© Copyrigth 2009
Santanna O Cantador
Contato para shows:
(81) 99986 1783
Desenvolvimento:
SER Digital