submenu
"Se avexe não... Amanhã pode acontecer tudo, inclusive nada"
A Natureza das Coisas
(Accioly Neto)
mural de recados
24/10/2018
Jairo Silveira escreveu:
Depois de v-lo no programa Sr.Brasil do Rolando Boldrin,tive a honra de conhec-lo pessoalmente no aeroporto em Salvador no dia 12/10/2018.Na oportunidade fui premiado ao vivo com alguns poemas de Joo Paraibano. Gostaria de saber como adquirir o livro do grande Poeta. Um abrao e at breve, Jairo
17/10/2018
Jos Amrico escreveu:
Boa noite Santana! Eu e minha esposa Andra ainda estamos vivendo aquele lindo momento que aconteceu em nossas vidas, em Mucug - BA, quando voc fez aquela bela homenagem para ns e que tanto nos emocionou. Obrigado pelo carinho e pela sua generosidade. Nossa admirao por voc, aumentou muito. Grande abrao de Andra e Amrico.
23/09/2018
Jos Amrico escreveu:
Boa tarde Santana! Eu e minha esposa estamos indo para o festival de forr de Mucug na Bahia, principalmente pela sua presena, pois admiramos muito a sua poesia nordestina. Somos to fs da sua msica, que escolhemos "por te querer" para ser a nossa valsa de casamento. Gostaramos muito de te conhecer, durante o festival e registrar esse momento com muito carinho e admirao. Grande Abrao de Amrico e Andra.
prosas e poesias
Versos de Paulo de Tarso e Cesar do Lau
Sou movido a Cultura Nordestina,
Combustivel de fonte renovavel,
Um conjunto de valores veneravel,
Que perdura em sua saga, sua sina.
Sou refm dessa ave de rapina
Que me prende nas garras do conhecer
E me transporta pelo mundo do saber,
Num sobrevoo pelo cu da primazia,
Me soltando nas aguas da poesia
Pra um mergulho no riacho do prazer.

E os pingos de chuva que caem do cu
Se fazem cortina embaando o horizonte
E a agua em barrocas escorre do monte
procura das baixas parecendo um vu.
De longe se ouve o grito do tetu,
Mais perto se v no terreiro um menino
Bricando na lama com seu desatino,
Mostrando um sorriso de satisfao.
So cores que pintam o nosso serto
Por isso me orgulho de ser nordestino.

O retrato que tenho do serto
um casal de rolinhas na mangueira,
O chiado da cancela ou da porteira
E o estalo de lenha no fogo.
No chiqueiro o roncado do barro
E uma gua pastando na chapada.
O vaqueiro levantar de madrugada
Pra honrar e cumprir sua profecia
E depois nos braos de Maria
Se entregar aos cafuns de sua amada.
fotos com fãs
Envie sua foto com Santanna Veja as fotos de Santanna com seus fãs
letras
POEMA INCIDENTAL: Se Quiser Plantar Saudade (Antnio Pereira).

A disse o poeta Antnio Pereira:

Se quiser plantar saudade
Escalde bem a semente
Plante ...
discografia
XOTEAMAR
XOTEAMAR (2012)

Este trabalho pode ser encontrado no website Forró Iluminado: www.forroiluminado.com.br

© Copyrigth 2009
Santanna O Cantador
Contato para shows:
(81) 99986 1783
Desenvolvimento:
SER Digital