"Eu nunca mais vou ser triste. Desse tempo eu já passei. O verbo se não existe"
O Verbo 'Se'
(Accioly Neto e Santanna)
letras
Si Filia / Poema Incidental: A Grandeza do Povo Sertanejo
(Bira Marcolino/ Ftima Marcolino)


Cad a lenha da fogueira
Si Filia
Cad o milho pra assar
Cad aquele teu vestidinho de chita
Que tu vestia pra danar
Cad aquele sanfoneiro
Que eu pedia pra tocar
A cano da minha terra
Um forr de p-de-serra
Que eu ajudava a cantar
Quando eu me lembro disso tudo
Si Filia
Me d vontade de chorar
Cad aquele balozinho
Si Filia
Que coloria meu lugar
Minha esperana ainda dorme
Si Filia
E eu com pena de acordar
Quebrar panela no terreiro
E a fogueira pra pular
Uma quadrilha bem marcada
E um belo So Joo de latada
Que era bom pra namorar
Quando eu me lembro disso tudo
Si Filia
Me d vontade de chorar.

Poema Incidental: A Grandeza do Povo Sertanejo (Maurcio Menezes).

A o poeta Maurcio Menezes disse:

Procurei encontrar inspirao
Num recanto de terra pequenina
Pra fazer um poema em descrio
Das histrias da vida nordestina
Mas olhando para a fora dessa gente
Vi que um verso no suficiente
Pra mostrar a beleza do que vejo
Um poema seria um disparate
No h verso no mundo que retrate
A grandeza do povo sertanejo

fotos com fãs
Envie sua foto com Santanna Veja as fotos de Santanna com seus fãs
discografia
Forr Popular Brasileiro
Forr Popular Brasileiro (2006)

Este trabalho pode ser encontrado no website da Atração: www.atracao.com.br
letras
Mensageiro Beija-Flor (Nanado Alves)

Queria lhe mandar um beijo
Mas no achava um portador
Pra lhe falar do meu desejo
Pra lhe dizer como eu estou
Me com...

© Copyrigth 2009
Santanna O Cantador
Contato para shows:
(81) 99986 1783
Desenvolvimento:
SER Digital