"Eu nunca mais vou ser triste. Desse tempo eu já passei. O verbo se não existe"
O Verbo 'Se'
(Accioly Neto e Santanna)
letras
Bote Tempo / Poema Incidental: Essa Palavra Saudade
(Eliezer Setton)


Poema Incidental: Essa Palavra Saudade (Pinto do Monteiro).

A Pinto do Monteiro disse:

Essa palavra saudade
Conheo desde criana
Saudade de amor ausente
No saudade, lembrana.
Saudade s saudade
Quando morre a esperana.

Bote Tempo

E bote tempo que eu no sei dormir
E bote tempo que eu no sei sonhar
E bote tempo que eu no sei sorrir
E bote tempo que eu s sei chorar
E bote tempo que eu no tenho aonde ir
E bote tempo que eu no sei pra onde voltar
E bote tempo que eu s sei o que sofrer
E bote tempo nisso que ningum me quer
Quem achar que exagero
Nunca viu o desespero
De quem esteve o tempo inteiro
Mergulhado na paixo
Quem achar que brincadeira
No conhece o que o amor
Nunca entrou numa fogueira
E a flecha do cupido nunca lhe acertou



© Copyrigth 2009
Santanna O Cantador
Contato para shows:
(81) 99986 1783
Desenvolvimento:
SER Digital