"Se avexe não... Amanhã pode acontecer tudo, inclusive nada"
A Natureza das Coisas
(Accioly Neto)
letras
Cano da Floresta/ Poema Incidental (Fragmentos): O Que Poderemos Ver?
(Sebastio Dias)


Tombam arvores, morrem ndios!
Queimam matas ningum v
Que o futuro est pedindo
Uma sombra e no vai ter
Pense em Deus alerte o mundo
Pra floresta no morrer
Devastao um monstro
Que a natureza atropela
Essas manchas de queimadas
Que hoje vemos sobre ela
So feridas que os homens
Fizeram no corpo dela

Use as mos, mude uma planta
Regue o cho, faa um pomar
Oua a voz do passarinho
A floresta quer chorar
A natureza est pedindo
Pra ningum lhe assassinar

Quando os cedros vo tombando
Do at a impresso
Que os estalos so gemidos
Implorando compaixo
s mos do homem malvado
Que os matou sem preciso
Mas quando Deus sentir falta
Do pau que j foi cortado
O homem talvez procure
Botar culpa no machado
A Deus vai perguntar
E por quem foi ele amolado

Fauna e flora valem mais
Que o valor que o ouro tem
A natureza selvagem
Mas no ofende a ningum
Ela a me dos seres vivos
Precisa viver tambm
Ouam os ndios limpem os rios
Faam a Deus esse favor
Floresta palco de ave
Museu de sombra e de flor
Vamos cuidar com carinho
Do que Deus fez com amor.

Poema Incidental (Fragmentos):
O Que Poderemos Ver? (Maximiamo Campos)

Aprendo com o dia que morre nas tardes,
O saber que nada existe que no finde ou acabe.
Os frutos verdes e rubros quando apodrecem so
A prpria Natureza ensinando humildade.

fotos com fãs
Envie sua foto com Santanna Veja as fotos de Santanna com seus fãs
letras
QUANDO T ME DISSE QUE IA EMBORA MINH'ALMA SOFRIDA
VIU A TREVA TODA DO SERTO E A LUA RECOLHIDA
QUANDO EU VI NO VERDE DOS TEUS OLHOS UMA VERDADE ACESA
QUIS E...

© Copyrigth 2009
Santanna O Cantador
Contato para shows:
(81) 99986 1783
Desenvolvimento:
SER Digital