"Nove e nove? Eu: dezenove... Eu só sabia rimar... Matemática de poeta: quem erra depois acerta, quem acerta pode errar"
Meu Bê-a-bá
(Luiz Fidelis)
letras
Desejo de Mouro/ Poema Incidental: Galope Beira-Mar
(Z Ramalho)


Esse teu dente de ouro
Penduro no meu colar
Esse desejo de mouro
Do peito quero sangrar
Essa corrente que prende
Teus movimentos no ar
Tem elos de energia
Difceis de se quebrar

So dez dedos pros anis
Cem cabeas pra pensar
Um lugar pra se viver
Um gatilho pra puxar
Meu sorriso pelo cano
Escorrendo feito mel
Por enquanto vou passando
E estendendo meu chapu

Essa amargura mistura
De vinho branco com fel
Do passarinhos voando
Nas cordilheiras do cu
Oh tu que tens o repente
Na hora de me falar
Deixa de novo o sol quente
Por dentro te atravessar

Poema Incidental:
Galope Beira-Mar (Geraldo Amncio)

O mundo se encontra bastante avanado
A cincia alcana progresso sem soma
Na grande pesquisa que fez do genoma
Todo o corpo humano j foi mapeado
No mapeamento foi tudo contado
Oitenta mil genes se podem contar
A cincia faz chover e molhar
Faz clone de ovelha, faz cpia completa
Duvido a cincia fazer um poeta
Cantando galope na beira do mar.


fotos com fãs
Envie sua foto com Santanna Veja as fotos de Santanna com seus fãs
discografia
Forr: A Dana do Dia-a-Dia
Forr: A Dana do Dia-a-Dia (2010)

Este trabalho pode ser encontrado no website da Atração: www.atracao.com.br
letras
O moinho do juzo
Transporta meu pensamento
Pra calha veloz do vento
Girador do nosso sonho
Por isso que suponho
Que sou teu at dormindo
Mas se o sono ...

© Copyrigth 2009
Santanna O Cantador
Contato para shows:
(81) 99986 1783
Desenvolvimento:
SER Digital