"Eu nunca mais vou ser triste. Desse tempo eu já passei. O verbo se não existe"
O Verbo 'Se'
(Accioly Neto e Santanna)
letras
Rasgando o Fole
(Assiso/ Nogueira)


Rasga essa sanfona, sanfoneiro.
D-lhe no zabumba, zabumbeiro.
Deixa o tringulo tilingar
Quero ver subir fandango
No tinir do violar

Rapa o couro da canela
Quando o salto da chinela
Tirar fogo no terreiro
Quero ver zabumba e pandeiro
Junto com a rapaziada
Animando a pagodeira
Quero ver o meu serto
O balo subindo
E o fole gemendo
o couro comendo
O forr mandando
E o povo dizendo:

Rasga essa sanfona, sanfoneiro.
D-lhe no zabumba, zabumbeiro.
Deixa o tringulo tilingar
Quero ver subir fandango
No tinir do violar

fotos com fãs
Envie sua foto com Santanna Veja as fotos de Santanna com seus fãs
letras
Poema Incidental: Poeta um Passarinho (Joo Paraibano)

A Joo Paraibano disse:

Poeta um passarinho
Que quando t na cadeia
Sua pena fica feia,
S...

© Copyrigth 2009
Santanna O Cantador
Contato para shows:
(81) 99986 1783
Desenvolvimento:
SER Digital