"Nove e nove? Eu: dezenove... Eu só sabia rimar... Matemática de poeta: quem erra depois acerta, quem acerta pode errar"
Meu Bê-a-bá
(Luiz Fidelis)
letras
CURVAS
(ZETO)


ESSE RIO QUE PASSA NO MEU CORAO
NAVEGA PRA MINHA VONTADE
UMA VIOLA JUNTO DA MO
SILENCIO ACORDA NA CIDADE
EITA QUANTO TEMPO
UMA CANO DEMORA NO MEU PEITO
ESSE RIO QUE PASSA...
PARECE QUE A MELODIA
ENCONTROU ONDE MORAR
ESSE RIO QUE PASSA...
EITA MINHA VIDA SE VARIA
DEPOIS QUE EU CANTO
ESSE RIO QUE PASSA...
E EU TENTO ME DIZER QUE PRA VIVER
PRECISO DE CANTAR

ESSE RIO QUE SECA NO MEU CORAO
DESAGUA NA MINHA SAUDADE
UMA VIOLA JUNTO DA MO
SEGREDOS DA MINHA IDADE
EITA QUANTO TEMPO
O TEU CHEIRO FICA EM MINHA BOCA
ESSE RIO QUE PASSA...
PARECE QUE MEU CORAO
ENCONTROU ONDE MORAR
ESSE RIO QUE PASSA...
EITA MINHA RUA SE ENFEITA PRA TUA CHEGADA
ESSE RIO QUE PASSA...
E EU TENTO ME DIZER QUE PRA VIVER
PRECISO TE VOLTAR

POEMA INCIDENTAL: ZETO (ANTONIO MARINHO)

VERVE EM PSICODELIA
PISANDO A SENDA SECRETA
DAS CURVAS QUE A POESIA
FAZ NA ESTRADA DE UM POETA
APESAR DO CORPO AUSENTE
ZETO A VOZ MAIS PRESENTE
QUE FAZ COMPANHIA A MINHA
POIS NOS SALVANDO DA DOR
DEIXOU UM TANTO DE AMOR
QUE D PRA VIDA TODINHA.

fotos com fãs
Envie sua foto com Santanna Veja as fotos de Santanna com seus fãs
letras
Tu tem gosto de mel e combina comigo
Tem tudo que preciso para se amar
Ai, amor!
Esse meu amor que pareceu contigo
Esse teu jeito cativo fez eu te encontr...

© Copyrigth 2009
Santanna O Cantador
Contato para shows:
(81) 99986 1783
Desenvolvimento:
SER Digital