"Eu nunca mais vou ser triste. Desse tempo eu já passei. O verbo se não existe"
O Verbo 'Se'
(Accioly Neto e Santanna)
letras
DEIXE EU PEGAR NO SONO
(JORGE DE ALTINHO)


QUANDO UM GRANDE AMOR PERDE O ENCANTO
O PRANTO JORRA QUE NEM CACHOEIRA
A O COITADIM DO CORAO
PENSA QUE A SOLIDO VAI DURAR A VIDA INTEIRA
A SAUDADE VEM DIZER QUE T DOENDO
A LEMBRANA TODO TEMPO A CONSUMIR
A A GENTE SOFRE
A NINGUEM AGUENTA
A A CAMA ESQUENTA
E CAD SONO PRA DORMIR
A A GENTE SOFRE
A NINGUEM AGUENTA
A A CAMA ESQUENTA
E CAD SONO PRA DORMIR

DEIXE EU DORMIR
DEIXA
DEIXE EU PEGAR NO SONO
T TE PEDINDO TO POUCO
VEM ME TIRAR DO SUFOCO
DESTE ABANDONO
DEIXE EU DORMIR
DEIXA
DEIXE EU PEGAR NO SONO
T TE PEDINDO TO POUCO
VEM ME TIRAR DO SUFOCO
DESTE ABANDONO

POEMA INCIDENTAL: UM DIA VOEI BEM ALTO (JORGE DE ALTINHO)

UM DIA VOEI BEM ALTO
NAS ASAS DE UMA PAIXO
PENSEI QUE ERA O AMOR
CHEGANDO NO CORAO
SEM SABER QUE ME ENGANAVA
AOS POUCOS ME JOGAVA
NOS BRAOS DA SOLIDO.


© Copyrigth 2009
Santanna O Cantador
Contato para shows:
(81) 99986 1783
Desenvolvimento:
SER Digital