"Nove e nove? Eu: dezenove... Eu só sabia rimar... Matemática de poeta: quem erra depois acerta, quem acerta pode errar"
Meu Bê-a-bá
(Luiz Fidelis)
letras
Serto: Um Show de Vida/ Poema Incidental: O Quadro
(Estrela Sobrinho)


Nem acredito que depois
De tanto tempo pelo mundo
Eu estou voltando
Pra abraar os meus amigos,
Meus pais e meus manos
Que na minha despedida
Eu deixei chorando
Depois de muitas madrugadas
Tendo que encarar o medo
E o frio das ruas
Sempre na mesma jornada
Uma vida crua
to bom saber
Que pra casa estou voltando
Dentro da minha cabea
Posso ver a alvorada
Num show de vida:
o Serto
Orquestra de passarinhos
Bem-ti-vi fazendo a farra
Nas asas de um gavio
Dentro da minha cabea
Posso ver a alvorada
Num show de vida:
o Serto
Orquestra de passarinhos
Bem-ti-vi fazendo a farra
Nas asas de um gavio
Cheiro de terra molhada
No alpendre a rede armada
Menino de p no cho
Um abrao na natureza
Um riacho em correnteza
show de vida:
o Serto.
Um bule num fogo de lenha
de casa! a senha
Para uma prosa ento
Romeiros que passam na estrada
Noite nua enluarada
um show de vida:
o Serto.

Poema Incidental: O Quadro ( Santanna O Cantador)

A imagem que eu divisei
Em tarde de sol bem quente
Fez meu passado surgir
De relance em minha mente
Em sujinhos ps descalos
Que corriam alegremente
Sem sequer se importar
Com o que vir pela frente
E sem notar que o futuro
Faz-se hoje, no presente.

fotos com fãs
Envie sua foto com Santanna Veja as fotos de Santanna com seus fãs
discografia
Forr: A Dana do Dia-a-Dia
Forr: A Dana do Dia-a-Dia (2010)

Este trabalho pode ser encontrado no website da Atração: www.atracao.com.br

© Copyrigth 2009
Santanna O Cantador
Contato para shows:
(81) 99986 1783
Desenvolvimento:
SER Digital