"Nove e nove? Eu: dezenove... Eu só sabia rimar... Matemática de poeta: quem erra depois acerta, quem acerta pode errar"
Meu Bê-a-bá
(Luiz Fidelis)
letras
Ana Maria / Poema Incidental: O Nome da Minha Amada
(Janduhy Finizola)


Eu dei um beijo
Eu dei um beijo
Eu beijei Ana Maria
Por causa disso
Eu quase entrava numa fria
Ana Maria
Tinha dono e eu no sabia
Mas quem diria
Pra bem dizer
Foi sem querer
Mas terminou em confuso
A soluo
Foi confundir o corao
Da ento
Troquei na vida de iluso
Agora adeus Ana Maria
Deus te guarde para o amor
No cu Santa Maria
Aqui na terra o seu amor
Ana Maria
Como eu queria
Dar outro beijo
Matar o meu desejo
Ai como eu queria,
Ana Maria
Quanta alegria
Por seu querer
Beijar a sua boca
E ser de voc

POEMA INCIDENTAL: O Nome da Minha Amada (Manoel Xudu).

A o poeta Manoel Xudu disse:

O nome da minha amada
Escrevi com emoo
Na palma da minha mo,
No cabo da minha enxada
No batente da calada
E no fundo da bacia
Na casca de melancia
Mais grossa do meu roado
Pode ir l que t gravado
O nome Ana Maria

fotos com fãs
Envie sua foto com Santanna Veja as fotos de Santanna com seus fãs
discografia
O Forr Nosso de Cada Poesia
O Forr Nosso de Cada Poesia (2015)

Este trabalho pode ser encontrado no website da Atração: www.atracao.com.br
letras

Teu amor bateu em mim
Que nem vara de marmelo
Feito menino amarelo
Comecei querer chorar
No sabia se era dor
Nem sabia se era gozo
Eu s sei que era go...

© Copyrigth 2009
Santanna O Cantador
Contato para shows:
(81) 99986 1783
Desenvolvimento:
SER Digital